Cantar, Orar, Agradecer, Servir e Confiar

Como lidar com as aflições diárias que a vida nos impõe sem diminuir o ritmo, desistir das pessoas e das tarefas para as quais fomos chamados a realizar? Quarenta por cento dos professores afastados da rede pública de ensino do Estado de São Paulo sofrem de depressão por excesso de trabalho e pela falta de respeito. Mas os professores não são as únicas vitimas da tristeza crônica e da falta de esperança: crianças, jovens e adultos, de todas as camadas da sociedade, estão sendo afetados pela ansiedade e síndrome do pânico. O que nós, como igreja, podemos fazer para evitar esta epidemia e ajudar os que sofrem ao mesmo tempo?

Jesus recomendou uma fé irrestrita na soberania de Deus: “Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não tendes vós muito mais valor do que elas?” Diante da insegurança econômica, dos rumores de guerra e das pandemias mundiais, só nos resta confiar no plano perfeito de Deus e nos entregarmos à Sua vontade para as nossas vidas. Enquanto o ser humano achar que pode controlar os acontecimentos ao seu redor e, principalmente, o comportamento das pessoas, sempre haverá desapontamentos e frustrações.

Paulo recomendou uma entrega total ao cristianismo com todos seus custos e benefícios: “Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim”. Com certeza a cruz não simboliza prosperidade financeira e muito menos cura divina, mas, sim, a garantia de que todos os nossos pecados foram pagos por Cristo Jesus. Assim como Jesus se deu por nós, de forma completa e imparcial, deveríamos amá-Lo e segui-Lo sem reservas e neutralidade.

Finalmente, Tiago recomendou o cântico para expressar contentamento e a oração para solicitar ajuda. Independente de nosso estado emocional, nunca deixar de praticar a Palavra de Deus: “Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta”. Esfriar-se ou afastar-se nunca foi e nunca será uma boa opção para quem possui o Espírito Santo de Deus.

Em suma, seja qual for a nossa situação: alegria ou tristeza, CANTAR, ORAR, AGRADECER, SERVIR E CONFIAR é a solução.


                     Mateus 6:26; Gálatas 2:20; Tiago 2:26