Arrependimento Já!

Desde Adão no Jardim do Éden até os dias de hoje, Deus procura convencer o ser humano a respeito de seus pecados e de seus pensamentos tortuosos. Através de Noé, Abraão e de todos os profetas, o nosso Criador tem oferecido apenas uma solução para o sofrimento que o pecado causa nesta vida e na vida vindoura: arrependimento!

Arrependimento é um reconhecimento sincero de culpa seguido de uma tristeza genuína por um ou mais mandamentos de Deus que desobedecemos. Consequentemente, nossas atitudes são transformadas para agradar ao nosso Criador. Inicia-se no ato da nossa salvação, mas precisa ser praticado diariamente no processo da nossa santificação.

Arrependimento só é possível quando temos uma visão verdadeira de Deus e de nós mesmos: Deus é santo e nós somos pecadores! Isaías já era profeta quando se deu por conta de seus pecados. Por muito tempo, ele pregou contra a culpa de outros, mas sem observar a sua própria vida. Assim como nós, ele havia se acostumado com a religião e não percebeu o quão longe estava de Deus. Pior ainda, ele se sentia seguro, pois, com certeza, era mais espiritual ou menos carnal que a grande maioria das pessoas.

Finalmente, Isaías olhou para Deus! Mas foi preciso uma tragédia para amolecer o coração do profeta: a morte de seu melhor amigo, o rei Uzias! Ele viu a Deus em Seu alto e sublime trono. Imediatamente, ele clamou: “... Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou um homem de lábios impuros...”. Em seguida a esta confissão, o pecado de Isaías foi tirado e expiado porque ele demonstrou arrependimento sincero.

Vamos olhar para a nossa própria vida e buscar arrependimento para com os nossos pecados. Além de perdoados, seremos transformados. A família irá agradecer! A igreja irá agradecer! O mais importante de tudo, seremos pessoas felizes e realizadas.