A União Faz a Força

Conta-se a fábula de quatro bois que dormiam juntos, pastavam juntos e jamais se separavam uns dos outros. Havia na redondeza um leão velho e sagaz que há muito tempo procurava devorar os bois, mas não tinha oportunidade, porquanto os quatro animais unidos eram muito mais fortes que ele. Porém, durante uma seca prolongada, os bois começaram a brigar por espaço. Um a um foram se afastando com raiva uns dos outros. Esta era a grande oportunidade que o velho felino aguardava: isolados, os bois se tornaram presas fáceis e foram devorados pelo leão.

Infelizmente esta fábula tem sido uma realidade dentro de nossas igrejas. Jovens fazem questão de se separarem uns dos outros; mulheres não querem compromisso com o ministério entre crianças, principalmente com a idade dos berçários; homens não querem orar, visitar e fazer novas amizades para o bem da Casa de Deus e, consequentemente, os irmãos estão separados dentro de um mesmo espaço. Ainda há aqueles que já se separam fisicamente, deixando de comparecer aos cultos. Se a união faz a força, logo a desunião causa a nossa derrota, e um a um, como no caso dos bois, seremos devorados por Satanás, nosso arqui-inimigo.

Se você realmente deseja agradar a Deus, se junte aos irmãos em Cristo e não se isole mais! Assente-se ao lado de seus pares. Não se considere melhor ou superior. Ofereça ajuda onde ajuda for necessária. Busque novas amizades no Corpo de Cristo e abandone o espírito de competição. Não faça apenas o que lhe dá prazer, mas o que for preciso.

Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (I Pedro 5:8).