Honremos Nossas Valorosas Mães

HONREMOS NOSSAS VALOROSAS MÃES

A expressão latina usada para honra, honor, tem o sentido de distinto ou digno de ser honrado, da mesma forma que a palavra hebraica encontrada no Velho Testamento, kabed, que significa honorável. No Novo Testamento encontramos palavras que carregam o mesmo significado, revelando que honramos alguém ao lhe conceder voluntariamente o respeito que lhe é devido, expresso de forma verbal, material e também espiritual.

Um fato que deve despertar a sincera inquirição dos salvos em Cristo é a inclusão entre os dez mandamentos registrados nas tábuas de pedra entregues por Deus a Moisés de um mandamento diretamente referente a conduta exigida dos filhos de Deus quanto a seus pais, ao ordenar “Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá” (Êxodo 20.12). Este mandamento ocupa um lugar de transição entre a primeira tábua, que trata de nosso relacionamento com Deus, com a segunda tábua, referente ao nosso relacionamento com o próximo, e sua função é demonstrar que o respeito a santidade e autoridade de nosso Deus deve ser refletido na mesma conduta em relação a autoridade concedida por Deus a nossos pais. A importância e seriedade deste mandamento é a mesma de seus pares, o que podemos perceber na forma grave adotada contra sua transgressão “Quando um homem amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe, certamente morrerá; amaldiçoou a seu pai ou a sua mãe; o seu sangue será sobre ele” (Levítico 20.9). Foi com base neste princípio e recordando-se desta ordenança que o apóstolo Paulo instruiu aos salvos quanto a conduta requerida pelo Senhor em relação a seus progenitores ao dizer “Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa” (Efésios 6.2). Desta forma nosso coração deve ser desperto a verdade que a obediência a este mandamento é tão importante hoje como foi nos dias de Moisés.

Neste dia em especial honramos de forma bíblica aquelas que devem ser honradas todos os dias, estejam elas fisicamente presentes ou distantes, envoltas em nosso abraço ou em nossa profunda lembrança. Parabéns mamães do TBM!

 Pr. Fabiano Almeida