Tempos Difícies

TEMPOS DIFÍCEIS

 

        Independentemente de qual seja a sua ideologia política e a sua crença religiosa, até o índio, nos lugares mais remotos da floresta Amazônica, já percebeu que o mundo está de cabeça para baixo. Além da pandemia do novo coronavírus, que já ceifou mais de um milhão de vidas, o mundo está atravessando o pior tumulto político desde a queda do muro de Berlim. O pilar da democracia mundial, os Estados Unidos da América, está colapsando e abrindo caminho para o imperialismo chinês e tecnológico. Assim como o império americano exportou o seu sistema de governo e a sua cultura hollywoodiana para o resto do mundo, sob o pretexto de conter o contágio da Covid-19, as nações da terra têm experimentado um sistema de governo ditatorial com restrições de notícia, locomoção, aglomeração, fechamento de igrejas e estabelecimentos comercias. Infelizmente, boa parte da elite política está gostando mais da norma chinesa de se governar que de um estado democrático de direito até mesmo dentro do próprio país dos Estados Unidos.

        Enquanto isso, os pais estão se perguntando que tipo de futuro os nossos filhos terão? Os clérigos gostariam de saber o que irá acontecer com as igrejas e a religião em geral? Os partidos políticos e meios de comunicação mais conservadores gostariam de saber se haverá lugar para eles na nova ordem social que está sendo instalada durante a pandemia? Em meio à insegurança política, jurídica e religiosa, os filhos de Deus podem dormir tranquilos, desde que a força deles esteja em Deus e não nos homens: “Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena” (Provérbios 24:10). Realmente a nossa força política, religiosa e física é muito pequena, mas o Deus da Bíblia, Todo-poderoso, possui as rédeas de todos os acontecimentos globais.

        Vamos continuar resistindo, pois o arrebatamento ainda não ocorreu. Jesus prometeu para a Igreja do final da Era da Graça que a porta que Ele abre, ninguém fecha, e a que Ele fecha, ninguém abre. Ele sabe que temos pouca força diante dos falsos políticos, falsos cientistas e falsos profetas, mas o importante é que Ele nos ama e prometeu nos livrar do pior que ainda há de vir sobre este mundo perdido. Vamos viver por Ele e ficarmos em paz: “Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra” (Apocalipse 3:10). Vale a pena ler a carta que Jesus Cristo enviou para a Igreja dos Últimos Dias. Ela se encontra no livro de Apocalipse 3:7-13.

 

Pr. Rômulo Weden Ribeiro