As Três "Anas" de Deus

AS TRÊS “ANAS” DE DEUS 

A primeira Ana se encontra no Velho Testamento e foi a mãe do pequeno Samuel que veio a ser juiz, sacerdote e profeta em Israel. Esta Ana ficou conhecida como uma mulher de fé e oração e, até hoje, o tipo de promessa que ela fez a Deus tem sido praticado para promover Missões mundiais entre várias igrejas bíblicas (I Samuel 1). 

A segunda Ana se encontra no Novo Testamento e ela foi testemunha ocular da vinda do Messias de Israel. Ela também ficou conhecida por sua dedicação à oração, jejum e, principalmente, por seu amor à Casa de Deus. Esta Ana era uma evangelista que pregava sobre o Messias antes e depois de Sua vinda ao mundo (Lucas 2:36-38). 

A terceira Ana foi alguém que conviveu entre nós e demonstrou todas as qualidades que seu nome carregava. Ela respirava o ministério de oração desde a hora que acordava até a hora de voltar a dormir. Por maior que fosse a igreja e o número de seus amigos, esta Ana se lembrava de orar por cada pedido que lhe fosse feito e esta prática diária lhe permitiu avançar em idade com sobriedade e pureza. Esta Ana também amava a Casa de Deus e fazia questão de entregar os seus dízimos e Promessa de Fé para Missões com fidelidade. Ela partiu para a Glória, falando de Cristo para os médicos e enfermeiras. Deus cumpriu nela a Sua promessa em Jeremias 29:11, “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR;  pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais”. 

Nós perdemos uma grande intercessora! Irá Deus levantar outra Dona Ana em nosso meio? Infelizmente, o espírito de oração desapareceu de nossas igrejas, mas que o testemunho de vida de Dona Ana possa nos encorajar a retornar para os cultos de oração e, principalmente, colocar os nossos joelhos ao chão todos os dias de nossas vidas.

 

Pastor Rômulo